Símbolo da Acessibilidade na Web  acessibilidade.net

Logotipo e ligação a CERTIC/UTAD

 Símbolo de Acesso  indicando que o  sítio  é capaz de comunicar com o utilizador através de linguagem falada Este sítio pode comunicar com o
utilizador através de um sintetizador de fala

Logotipo do MEC Braille - Marco Electrónico de Correio Braille

Sobre este Serviço

Marco Electrónico de Correio Braille

fotografia do MEC Braille no CERTIC

Este é um serviço gratuito criado pelo CERTIC da UTAD com o objectivo de possibilitar o envio de cartas e informações impressas em braille através da Internet. Se pretender converter o texto em áudio utilize o serviço Texto Falado.

O serviço funciona desde Março de 2002 apenas para Portugal.

A carta recebida pela Internet será convertida e impressa em braille através de meios informáticos e enviada pelos CTT via CECOGRAMA.

A correspondência é tratada com privacidade e enviada sem nenhum encargo ao destinatário.

O utilizador poderá beneficiar deste serviço 2 vezes por semana com o limite de 4000 caracteres por carta.

 

Cecograma

Os cecogramas estão enquadrados na categoria de impressos. São impressos em relevo de sinais de cecografia, destinados unicamente para o uso de pessoas cegas. Estão isentos de taxas postais.

Este termo foi adotado pelo Congresso de Viena que significa: "neologismo designando as impressões em relevo para uso dos cegos; remessa dessa correspondência".

O Congresso de Ottawa concedeu a franquia postal às escritas braille, abertas. Para evitar limitar o termo à um único método de escrita, o termo "cartas cecográficas" foi utilizado.

Consequentemente, a franquia postal é expressamente concedida às cartas braille ou cecográficas.

Em Portugal, esta facilidade é concedida pelos CTT.